Logo

GAC - Vozes na Luta, A CANTIGA É UMA ARMA

Fornecedor: I Play
Tipo: CD

€ 15.00

O Grupo de Acção Cultural foi fundado em 1 de Maio de 1974. 36 anos depois da sua fundação é, pela primeira vez, editada em CD, a sua discografia completa.
A memória da história da música popular portuguesa vai conhecer finalmente uma discografia que, absolutamente marcante no seu tempo, se mantinha ainda arredada da era digital.
Os quatro CD do GAC, A Cantiga é uma Arma, Pois Canté!, …E Vira Bom e Ronda da Alegria, editados entre 1974 e 1977, foram agora remasterizados por José Fortes, a partir das fitas originais.
As reedições que agora se apresentam, trazem extras. A Cantiga é uma Arma acrescenta o Hino da Reconstrução do Partido. E Vira Bom traz o Hino da Confederação. Ronda de Alegria inclui o EP Marchas Populares.
O grupo existiu apenas até ao início de 1979. Durante a sua existência participou em mais de mil concerto (sessões, como se dizia à época) e deixou uma série de canções que figuram como um marco da canção revolucionária, politicamente comprometida e empenhada, e também como uma referência na renovação da música popular e tradicional portuguesa.
Cada CD é acompanhado por um libreto de vinte páginas com a transcrição integral dos textos das cantigas e conta ainda com textos introdutórios dos jornalistas Nuno Pacheco (Público) e João Lisboa (Expresso).

1. A Cantiga é uma Arma, 2. A luta do Jornal do Comércio, 3. A luta dos Bairros Camarários, 4. Alerta, 5. Ronda do soldadinho, 6. Aos Soldados e Marinheiros, 7. Viva a Guiné-Bissau, 8. Em vermelho e multidão, 9. Hino da reconstrução do Partido, 10. A Internacional, 11. Classe contra classe, 12. Até à vitória final, 13, Exército do povo, 14. O Poder aos operários e camponeses, 15. Povo em armas, 16. Soldados ao lado do povo, 17. Zé Diogo

Continue a explorar o catálogo
Navegue por mais musica popular, ou outros produtos I Play.